O início da Fábrica de Papel da Abelheira

1755–1834

É com o terramoto de 1755 que a Quinta da Abelheira e o fabrico de papel cruzam destinos. Abrigando-se dos estragos da cidade e dos seus conventos, os cónegos agostinhos mudam-se para o Tojal.